Mercado de trabalho em TI para 2017

No cenário econômico atual do Brasil o mercado de TI se destaca pela constante expectativa de crescimento, indo na contramão do mercado. Algumas áreas possuem até mais vagas do que profissionais. De acordo com a Brasscom (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), em 2016 existiam 50 mil postos de trabalhos aguardando profissionais qualificados para suprir essas vagas. A vagas vão desde estagiário à consultores e programadores, tudo isso devido ao crescente número de empresas on-line e o surgimento de startups.

Segundo dados da Catho (maior portal de recrutamento do pais) as áreas de especialização mais requisitadas são engenheiro de software, tecnologia de desenvolvimento de sistemas, games, computação gráfica 3D, tecnologia na construção de softwares, gerenciamento de engenharia web, redes e sistemas para a internet. Além da formação superior é necessário possuir um diferencial para se obter sucesso na área como um MBA e certificações que comprovam a experiência profissional.

Segundo pesquisa da CompTIA (Computing Technology Industry Association), no início de 2016, 98% dos profissionais de TI no Brasil tinham deficiência de conhecimento e as empresas relatam dificuldade em preencher as vagas da área por falta de qualificação.

Para entrar para esse mercado de trabalho ou assegurar uma boa colocação na área é necessário estar atualizado com as novidades do segmento e entender qual o seu perfil. Você pode ser um profissional mais técnico, que gosta de resolver os problemas da tecnologia ou ter um perfil  mais voltado para negócios e relacionamento pessoal. Por isso prepare-se e vá em busca da sua carreira de sucesso em TI.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mercado de trabalho em TI para 2017